"Um povo livre sabe que é responsável pelos atos do seu governo. A vida pública de uma nação não é um simples espelho do povo. Deve ser o fórum de sua autoeducação política. Um povo que pretenda ser livre não pode jamais permanecer complacente face a erros e falhas. Impõe-se a recíproca autoeducação de governantes e governados. Em meio a todas as mudanças, mantém-se uma constante: a obrigação de criar e conservar uma vida penetrada de liberdade política."

Karl Jaspers

julho 15, 2010

NOSSO DINHEIRO NAS MÃOS DO ÉBRIO MEGALOMANÍACO NARCISO, DISTRIBUÍDO PARA OS "PAÍSES POBRES".DEU NO THE ECONOMIST.


Tradução automática/Google

O Brasil está se tornando rapidamente um dos maiores provedores de ajuda a países pobres, segundo a revista britânica The Economist.


Sem chamar muita atenção , o Brasil está se tornando rapidamente um dos maiores fornecedores mundiais de ajuda aos países pobres. Os dados oficiais não reflectem isso.

O brasileiro Agência de Cooperação (ABC) , que funciona "assistência técnica" (serviços de consultoria e projetos científicos ), tem um orçamento de apenas 52 milhões de reais ( US $ 30 milhões ) neste ano.

Mas estudos realizados pelo Overseas Development Institute da Grã-Bretanha e do Canadá International Development Research Centre estimativa de que outras instituições brasileiras gastam 15 vezes mais do que o orçamento do ABC sobre os seus próprios programas de assistência técnica .

A contribuição do país à Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) é de R $ 20m , 25m de um ano , mas o valor real das mercadorias e serviços que oferece , acredita que a cabeça do PNUD no Brasil, é de R $ 100 milhões .

Adicione o Brasil US $ 300 milhões dá em espécie para o Programa Alimentar Mundial , um compromisso de US $ 350 milhões ao Haiti; bits e bobs para Gaza , e os US $ 3,3 bilhões em empréstimos comerciais que as empresas brasileiras têm nos países pobres desde 2008, o Banco de Desenvolvimento do Estado ( BNDES , semelhante ao crédito apoiadas pelo Estado, da China ), e o valor da ajuda ao desenvolvimento brasileiro amplamente definido poderia chegar a US $ 4 bilhões por ano ( ver tabela).

Isso é menos do que a China , mas semelhante aos doadores generosos como a Suécia e Canadá e , ao contrário deles , as contribuições do Brasil estão subindo. gastos ABC triplicou desde 2008.

iNTEGRA :
The Economist

VICE-PROC. GERAL ELEITORAL:"EM TESE", "PODERIA", "VER MÍDIAS", SOBRE "POSSÍVEL" AÇÃO POR ABUSO DE PODER. ESQUENTA O FORNO QUE ...

Presidente Lula discursa durante cerimônia de lançamento do  edital de concorrência do projeto do Trem de Alta Velocidade
Lula discursa durante cerimônia de lançamento do edital de concorrência do projeto
do Trem de Alta
Velocidade (Foto: Ricardo Stuckert / PR)

A vice-procuradora-geral-eleitoral, Sandra Cureau, disse nesta quinta (15) que abriu um processo de investigação para analisar as declarações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, dadas na última terça (13), durante lançamento do edital do projeto do trem-bala entre Rio e São Paulo.

Questionada por jornalistas na sede do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Sandra Cureau afirmou que tomou conhecimento das declarações pelos jornais e que irá "verificar as mídias" antes de decidir se vai propor uma ação por abuso de poder político.

A procuradora disse que solicitou as gravações do discurso de Lula à NBR, emissora de TV do governo federal.

"Em tese isso seria uso da administração pública em prol de uma campanha, mas eu preciso verificar as mídias", disse Sandra Cureau.

Isso poderia gerar uma ação de investigação eleitoral que poderia até chegar à cassação do registro da candidata”, declarou.

Débora Santos Do G1,

CADA POVO TEM O GOVERNANTE QUE MERECE II . O BRASIL TEM UM HIPÓCRITA MENTIROSO E SEM VERGONHA. QUE FALA PELOS COTOVELOS.

http://4.bp.blogspot.com/_023yg_PItoA/SyGu6akTeRI/AAAAAAAAAWE/0C-u2lC4f3c/s400/lula+diz+merda.JPG
O país teve um momento em que era governado para 35 milhões (de pessoas). O Brasil teve um momento em que as pessoas falavam:
"Nós temos 35, 40 milhões de pessoas na classe média, vamos cuidar desses, esses podem televisão a cores, em três dimensões, esses podem ter não sei das quantas".

Agora, o pobre, deixa o pobre... O pobre fica para escrever livro, para pedir voto porque, na hora de pedir voto, ninguém vai pedir voto para banqueiro.
Você nunca viu um político falar bem de banqueiro em época de eleição.

Você nunca viu um político elogiar um grande empresário. Político elogia mesmo é pobre. Pobre em época de eleição vale ouro.

Agora, depois das eleições o que acontece?
Eles vão tomar café com os ricos, jantar com os ricos, almoçar com os ricos, emprestar dinheiro para os ricos, e os pobres ficam a ver navios.

PETROBRAS : O RISCO DO SILÊNCIO! UM ASSUNTO PERTINENTE.

http://1.bp.blogspot.com/_czg7pXREd68/S-XMGB3B5GI/AAAAAAAAA5Q/gLcvdsonLVc/s1600/19_MHG_rio_oleo.jpg
Felizmente o Brasil nunca teve um acidente semelhante como o da BP no golfo do México, por maior que seja a confiança na capacidade tecnológica da Petrobras, o acidente na área de Libra mostra como é arriscada a exploração, a tecnologia é igual para todas as empresas.
A Petrobras estaria preparada para um desastre como a da BP?
Miriam Leitão relata a superficialidade com que a empresa trata do assunto.

Miriam Leitão
Dia 20 o vazamento de petróleo no Golfo do México completará três meses. A BP já perdeu 30% de seu valor, o futuro da companhia é incerto, é impossível calcular as indenizações que ela terá que pagar.

Os governos americano e norueguês suspenderam temporariamente a exploração na costa.
No Brasil, tudo se passa como se o mundo da exploração de petróleo no mar não estivesse em convulsão.


O acidente mudou a percepção de risco da indústria. Ele mostrou que um único evento, um grande e desastroso vazamento como o atual, é capaz de colocar em xeque uma gigante como a BP, que sempre esteve entre as maiores do mundo.

O valor de mercado das empresas do setor está com queda de 10% este ano. A queda do valor da BP impressiona: de US$167 bilhões para US$116 bilhões.
A segunda maior queda é da Petrobras.
Perdeu um quarto do seu valor em dólares.


O especialista Adriano Pires, do CBIE, explica que o acidente aumentou o risco da exploração de petróleo porque a tecnologia é semelhante em todas as empresas.
Se a BP está com dificuldade para conter o vazamento, outras companhias correm o mesmo risco.


Explorar petróleo no fundo do mar ficou mais difícil.
Uma coisa é ter o risco de um acidente, outra coisa é o acidente acontecer e ninguém conseguir contê-lo - afirmou.


As empresas terão que gastar mais com seguros e terão que fazer investimentos em novas tecnologias de segurança para a exploração em águas profundas.

O mercado de seguros tem a mesma lógica em todos os ramos. Se houve acidente, o prêmio será maior.
Vai custar mais caro manter uma plataforma operando no mar - disse Pires.


Ontem, a BP adiou por 24 horas os testes para a instalação de uma nova tampa para tentar conter o vazamento. Os riscos são grandes porque o procedimento nunca foi testado a uma profundidade de 1.700 metros.

No Brasil, o governo não dá sinais de que se preocupa com o tema.
Levar o assunto a sério poderia atrapalhar os planos de tratar o pré-sal como assunto de campanha eleitoral.


A coluna quis falar com a Agência Nacional do Petróleo (ANP) sobre o tema.
Ela exigiu perguntas por escrito.
Mandou as respostas ontem, na hora do fechamento.
A qualidade delas já mostra a superficialidade com que a agência lida com o assunto.

Alguns exemplos:

O que os técnicos da ANP concluíram nas visitas e reuniões ao Golfo do México?

"A conclusão este (SIC) acidente, assim como outros ocorridos na indústria do petróleo, deveu-se a uma série de acontecimentos. É muito importante para indústria que seja feita uma profunda investigação das causas e depois, aqui no Brasil, avaliaremos se vamos fazer mudanças na nossa legislação de segurança operacional."
Os riscos no pré-sal serão semelhantes ou maiores que os da exploração no Golfo do México?
"Os riscos do pré-sal são perfeitamente assimiláveis. O Brasil tem larga experiência em exploração em águas ultra profundas, é reconhecido internacionalmente por isso.
Caso seja necessário mudar a nossa legislação de segurança operacional após a conclusão das investigações do incidente no Golfo, isso será feito com base em argumentos técnicos."
Temos produção de dispersantes no Brasil?

"Essa questão deve ser feita ao Ibama, que é órgão ambiental."
Tempo perdido, pelo visto, falar com a ANP.

Aqui também se explora petróleo em águas profundas. No caso do pré-sal, será mais fundo e mais distante da costa, tornando mais difícil qualquer ação de socorro.

O economista-chefe da Austin Rating, Alex Agostini, acredita que como a regulação da exploração de petróleo ficará mais rigorosa, o esforço financeiro das empresas para se manter o grau de investimento também será maior:

As empresas terão que fazer mais investimentos em prevenção de acidentes, terão que ter mais dinheiro em contingenciamento.
Haverá menos recursos para o pagamento de dívidas e para novos investimentos.


O analista da Planner Corretora, Victor de Figueiredo, acha que o mercado financeiro ainda não embutiu completamente no preço dos ativos das empresas de petróleo o aumento dos riscos que esse acidente trouxe.

No caso da capitalização da Petrobras, conversando com investidores estrangeiros percebe-se claramente que eles estão receosos por causa do acidente da BP.

Como é o estrangeiro basicamente quem define o preço, aí teremos a prova dos nove.


A preocupação do mercado limita-se, como é da sua natureza, aos aspectos financeiros da questão.

O fundamental no entanto é a tragédia ambiental que os Estados Unidos vivem e que o Brasil deveria estar discutindo seriamente como evitar.

OPOSIÇÃO CONSEGUE PRORROGAR A CPI /MST ATÉ 13/01/11. E "AMARELA" A CHAPA BRANCA.

Parlamentares da oposição conseguiram prorrogar até 13 de janeiro de 2011 a Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga o repasse de recursos para entidades ligadas ao Movimento dos Sem-Terra.

A oposição surpreendeu a base governista, ao apresentar o apoio de 176 deputados e 37 senadores para estender os trabalhos da CPI do MST.

"Eles foram pegos de surpresa", afirmou o vice-presidente da CPI, deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS).

Segundo ele, estava prevista ontem a leitura do parecer do relator, deputado Jilmar Tatto (PT-SP).
"Seria um relatório chapa branquíssima, que não levaria a nada. Daí por que estendemos o trabalho", disse.

Com o recesso branco, por causa das campanhas eleitorais, Lorenzoni prevê que a CPI só reiniciará suas atividades depois das eleições de outubro.

CADEIRA E PARTICIPAÇÃO EM NEGOCIAÇÕES SÓ NAS MESAS DE BOTECOS, ONU JÁ ERA.

http://3.bp.blogspot.com/_y1zhZnVlMew/S4FSAIt_CXI/AAAAAAAAAbo/GuR3un6WY24/s320/Lula-e-Ahmadinejad-Stuckert-PR.jpg

O Conselho de Segurança da ONU descartou a participação de Brasil e Turquia das negociações nucleares com o Irã. Segundo o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Serguei Lavrov, as conversas serão conduzidas pelos cinco países membros permanentes do Conselho, além da Alemanha.

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Serguei Lavrov, informou que Brasil e Turquia não participarão das próximas negociações nucleares iranianas, como proposto na véspera em Teerã.

Não participarão.

Não falamos com eles. O Conselho de Segurança da ONU reconheceu o grupo dos cinco membros permanentes do conselho mais a Alemanha como o líder informal para abordar o arranjo de todos os aspectos relativos ao programa nuclear iraniano – anunciou Lavrov em conferência de imprensa.

Jornal do Brasil

P ARTIDO MAIS D ESONESTO DO B RASIL JÁ COMEMORA "VITÓRIA".

http://3.bp.blogspot.com/_P9DMuIJp46c/S3GITijpYDI/AAAAAAAAA1o/8_y_8WOZwLk/s320/dilma-temer-cochicham-AE-450x338.jpg
Maria Lima e Gerson Camarotti O Globo

O clima de euforia tomou conta do PMDB e, sobretudo, do candidato a vice da petista Dilma Rousseff, Michel Temer (PMDB-SP). Diferentemente da candidata, que dava sinais de cansaço, Temer normalmente discreto estava eufórico e falante no jantar que ajudou a organizar e juntou cerca de 300 políticos, terça-feira, na casa do deputado Eunício Oliveira (PMDB-CE).

O otimismo era tanto que, após a saída de Dilma, ele e um grupo de parlamentares foram ao tradicional restaurante Piantella para "fumar o charuto da vitória".

O grupo, que incluiu parlamentares de outros partidos, como Miro Teixeira (PDT-RJ), reuniu-se no bar do restaurante, onde tem uma charutaria.
No discurso da inauguração do comitê da campanha, Temer disse a Dilma que era hora de se acostumarem com a ideia da vitória.
No fim do jantar, foi combinada a "esticada do charuto".

- O Temer vai com um grupo para o Piantella para fumar o charuto da vitória. Vão encerrar a noite e comemorar esse grande enlace - contou Carlos William (PMDB-MG).

- Temer e os deputados se sentaram no bar, na área de fumantes. Temos charutos cubanos e de várias marcas.
Às vezes eles levam os próprios charutos - confirmou Marco Aurélio, dono do Piantella.

CVM MUDA REGRA EM SOCORRO À PETROBRAS.

http://3.bp.blogspot.com/_yijt8GXoKLA/S6eevaX0IEI/AAAAAAAAHrs/BFsjOlHPvlA/s400/logo_petrobras.jpg
Ana Maria Campos Correio Braziliense

Uma pequena mudança nas regras para ofertas públicas de ações deve ajudar a Petrobras a fazer seu bilionário aumento de capital na primeira quinzena de setembro.

De acordo com uma fonte envolvida com a operação e ouvida pela agência Reuters, as novas regras definidas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que entram em vigor em 1º de agosto, liberam a empresa de esperar quase um mês entre a concessão do registro e o road show (apresentação para investidores) da oferta.

“Agora faz o registro e já sai para o road show, não tem mais aqueles 20 dias úteis”, explicou a fonte que não pode se identificar devido ao período de silêncio ao qual todos os envolvidos na operação estão submetidos. “Isso vai agilizar a capitalização”, complementou.

Mercado
Os papéis da empresa vêm perdendo valor desde o anúncio da operação de capitalização da empresa, no ano passado, em um movimento considerado normal pelo mercado por conta da previsão da oferta pública. Ontem, as ações da companhia, porém, andaram na contramão do mercado.

Enquanto as preferenciais fecharam estáveis e as ordinárias subiram 0,32%, o Ibovespa caiu 0,32%. Mas neste ano, até 13 de julho, as ações da preferenciais já perderam 24,5%, contra queda de 7,1% do Ibovespa no mesmo período.

Fase difícil
A Petrobras teve problemas na perfuração do poço denominado Libra, no pré-sal da bacia de Santos, o segundo poço feito para a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis com objetivo de encontrar reservas de petróleo que podem ser usadas na capitalização da estatal pelo governo.

Segundo a assessoria da ANP, apesar do problema ocorrido no poço original, que desmoronou ao atingir a camada de sal, o trabalho já foi retomado na mesma estrutura. A nova perfuração está sendo feita a 375 metros da outra, informou um assessor.

EM BUSCA DO HEPTACAMPEONATO DA DESFAÇATEZ.

http://1.bp.blogspot.com/_njKjBZU4FgY/S8hQa5vDfhI/AAAAAAAAB_Y/AuPHu_vdC8E/s1600/DL.jpg

Aconteceu de novo e provavelmente não será a última vez: Lula voltou a fazer propaganda ilegal para a candidata do PT.

O presidente da República sabia exatamente o que estava fazendo; sabia claramente que estava afrontando a lei. No entanto, deu de ombros. Belo exemplo.

Lula persegue o heptacampeonato da desfaçatez. Já foi multado seis vezes pela Justiça Eleitoral, que lhe aplicou multas de R$ 42,5 mil.

Para não deixá-lo sozinho na ilegalidade, Dilma Rousseff recebeu ontem sua quarta penalização eleitoral e já deve R$ 21 mil ao erário.

Mas o presidente da República e a candidata do PT parecem insatisfeitos com seu nível atual de afronta. Demonstram preferir dobrar as apostas.

Afinal, como comenta Fernando Rodrigues na edição de hoje da Folha de S. Paulo(14), deve valer a pena incorrer em multas de algumas dezenas de milhares de reais no bojo de uma campanha disposta a torrar R$ 157 milhões para perpetuar-se no poder.

Lula cometeu mais um abuso de poder político ao dizer, durante um evento de governo, que Dilma é responsável por "fazer este TAV (trem de alta velocidade)". Isto porque, no governo petista, teria sido praticado o mais esmerado planejamento de ações - coisa, aliás, que o "falta tudo" dito pela Fifa sobre o andamento das obras da Copa de 2014 só atesta...

(...)

Isso posto, vale analisar o mérito da declaração de Lula: afinal, o que é mesmo que foi feito por Dilma "neste TAV", presidente?

Ontem(13), depois de mais de um ano de atraso, foi lançado o edital para a implantação do trem-bala ligando Campinas ao Rio de Janeiro.
Neste período, seu custo estimado saiu de US$ 11 bilhões o que daria cerca de R$ 20 bilhões em dinheiro de hoje para R$ 33 bilhões, já com o ajuste (para baixo) nos custos imposto pelo TCU. Grande planejamento.

Continuemos a analisar a eficiência do "planejamento" dos gestores petistas. Inicialmente, o prazo de execução da obra era estimado em cinco anos e agora já se fala, otimistamente, em seis.

Dizia-se que o trem-bala estaria circulando quando a bola rolasse na Copa do Mundo de 2014, e agora fala-se que, provavelmente, algum trecho pode estar pronto para a Olimpíada do Rio, em 2016.

Que diabo de gerente fez este "planejamento", presidente?
Não é o caso de demiti-la?

Ter um trem-bala ligado a zona conurbada e mais rica do Brasil é bacana.
.Muita gente vai se sentir importante vendo aquele bólido passar zunindo, mesmo que jamais ponha o pé nele um dia.
Será mesmo que isso é o que mais interessa ao país nesta altura?
(...)
É espantoso que o cronograma divulgado ontem(13) preveja que o leilão se realize em 29 de novembro e o contrato seja assinado em fevereiro, já pelo novo presidente, que ninguém sabe ainda quem será.

Ou seja, no lusco-fusco entre um governo e outro leva-se à disputa uma obra bilionária como esta, à qual se juntam outras como a igualmente bilionária Belo Monte.

Não parece difícil nem insensato concluir que as afrontas à lei eleitoral são apenas a ponta do iceberg das ilegalidades que o governo do PT está a cometer.

Tem coisa muito pior a caminho, na velocidade do trem-bala.