"Um povo livre sabe que é responsável pelos atos do seu governo. A vida pública de uma nação não é um simples espelho do povo. Deve ser o fórum de sua autoeducação política. Um povo que pretenda ser livre não pode jamais permanecer complacente face a erros e falhas. Impõe-se a recíproca autoeducação de governantes e governados. Em meio a todas as mudanças, mantém-se uma constante: a obrigação de criar e conservar uma vida penetrada de liberdade política."

Karl Jaspers

julho 07, 2010

APROVADO PROJETO EM QUE O GOVERNO PODE "MANOBRAR E REMANEJAR" O PAC EM ANO ELEITORAL.

http://1.bp.blogspot.com/_Zv0sFnH5r44/Sq6-qZ_b_7I/AAAAAAAAFM4/ASDEW3pLKwc/s400/PAC+lix%C3%A3o+2.jpg
O Congresso Nacional aprovou nesta quarta-feira (7) um projeto que aumenta a margem de manobra do governo para realizar investimentos dentro do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) em 2010.

A possibilidade de remanejamento sobe de 25% para 30%. O projeto segue para sanção presidencial.

O governo argumenta que o remanejamento maior é necessário porque algumas obras andam em ritmo mais rápido do que outras.

A oposição, no entanto, teme o uso eleitoral da medida e articulou para colocar limites no remanejamento.
Por acordo, o projeto traz uma lista de ações que poderão receber os recursos por causa do remanejamento.

Consta do projeto ainda uma exigência de que a cada três meses o governo envie ao Legislativo um relatório sobre o repasse desses recursos.
Foram aprovados ainda dois projetos que abrem crédito suplementar.


Um deles abre crédito de R$ 3,47 bilhões.
A maior parte, R$ 2,32 bilhões, será destinado a o Ministério dos Transportes para a construção e manutenção de rodovias.
O outro projeto aprovado abriu crédito de R$ 9,6 milhões para o Ministério do Turismo.

TESOURO VENDE : R$ 7,53 bi DE LTN, NTN-F e LFT

http://1.bp.blogspot.com/_PyzCAfxsnuk/SZx98X-lY_I/AAAAAAAAAfY/FWO_-O_VdtM/s320/01+-+1970.jpg
O Tesouro Nacional vendeu 6,99 milhões de títulos federais em leilão primário, 93% da oferta total de 7,5 milhões.

A colocação de Letras do Tesouro Nacional (LTN), Notas do Tesouro Nacional da série F (NTN-F) e Letras Financeiras do Tesouro (LFT) foi equivalente a R$ 7,53 bilhões.

A operação será quitada amanhã.

As LTNs com vencimento em outubro de 2011 e julho de 2012 foram vendidas com taxas médias de retorno de, respectivamente, 11,9141% e 12,1259% ao ano.

As NTN-Fs com vencimento em janeiro de 2014 e janeiro de 2021 foram vendidas a 12,1433% e 12,2406% ao ano.

As LFTs (indexadas à variação da taxa Selic) foram vendidas pelo valor nominal. Isto é, sem garantia de prêmios aos compradores.

(Angela Bittencourt | Valor)

US$ 4,27 bi SAIRAM DO PAÍS NO MÊS DE JUNHO.

http://3.bp.blogspot.com/_sGJn19VuGxM/Sw1RHkMNw-I/AAAAAAAAEs4/09zyBxiw_4U/s1600/dolares1.jpg

O Banco Central confirmou nesta quarta-feira (7) que a saída de dólares da economia brasileira superou a entrada de recursos no país em US$ 4,27 bilhões em todo mês de junho.

Essa é a primeira saída líquida de recursos (acima do volume de entradas) registrado na economia brasileira desde fevereiro deste ano (-US$ 399 milhões) e a maior retirada de divisas desde dezembro de 2008 (-US$ 6,37 bilhões), período marcado pela crise financeira internacional.

Nos últimos meses, as turbulências externas voltaram a ter impacto no país por conta da crise da dívida de países europeus, como Grécia e Espanha.

No início de julho (dias 1 e 2), dados do BC indicam que a sangria de recursos continuou.

Neste período, as retiradas de dólares superaram os ingressos de recursos no valor de US$ 735 milhões.

RUBRICOU SEM LER UMA LINHA. ERA UM DOC.EXCLUSIVO DO PT.ESCLARECIDO?

http://2.bp.blogspot.com/_UD3MKMfdEjE/S7zt8RjaEWI/AAAAAAAAAHA/-ECBSDosCRk/s1600/zoho.jpg

"Pane no sistema, alguém me desconfigurou
Aonde estão meus olhos de robô?
Eu não sabia, eu não tinha percebido
Eu sempre achei que era vivo"

(trecho de : Admirável Chip Novo - Pitty)

.......

João Domingos O Estado de S. Paulo

De acordo com informações do PT e da assessoria da candidata Dilma Rousseff, tanto ela quanto o presidente do partido e coordenador de sua campanha, José Eduardo Dutra, assinaram a versão radical de programa de governo entregue ao TSE na segunda-feira sem ler nem sequer uma linha do que estava escrito.

Na versão da campanha, a displicência teria ocorrido por causa da pressa da candidata em assinar "pacotes de papéis" sobre a inscrição da chapa na Justiça Eleitoral antes de embarcar para São Paulo

"Sabotagem".

Dentro da campanha da petista chegou a haver a desconfiança de que algum petista ligado às alas radicais poderia ter sabotado as cópias e trocado a do esboço do programa que ainda receberá emendas do PMDB e dos demais oito partidos aliados pela das resoluções do 4.º Congresso.

Essa possibilidade, no entanto, foi descartada porque na coordenação, em Brasília, não há nenhum integrante dos radicais. Toda a direção de campanha é composta pelas alas mais moderadas.

"Falha nossa".

Quem descobriu foi o secretário de Comunicação do PT, deputado André Vargas (PR).

Por volta de 15h30 recebi uma ligação que indagava sobre algo que eu não sabia responder.

Fui à página do TSE verificar o que estava ocorrendo e percebi a troca dos programas. Foi uma terrível falha nossa, que certamente vai nos dar dor de cabeça por uns dias, talvez semanas.

Mesmo tendo rubricado a documentação radical, Dilma quase teve um ataque ao saber o que estava acontecendo.

De acordo com informação de petistas, enfurecida, a candidata chegou a afirmar que alguém do partido deveria estar sabotando a campanha, visto que o documento com as propostas polêmicas apresentado ao TSE era exclusivo do PT.

HÁ MUITA COISA A SER ESCLARECIDA.

http://2.bp.blogspot.com/_cnHvRGZ-hJU/SAQ_twncp4I/AAAAAAAAAEI/jwa_R5-GY1M/s400/maconaria_esclarecimentos.gif
Uma sirene estridente soou segunda-feira, último dia para o registro dos programas dos candidatos a presidente na Justiça Eleitoral, quando a campanha de Dilma protocolou uma proposta radical de governo, na qual reapareceram várias das inaceitáveis ações contra a liberdade de imprensa e a propriedade privada defendidas por grupos de esquerda autoritária existentes no governo.

Trata-se do programa do PT radical, não da coligação PT/PMDB.

O texto terminou substituído por outro, menos virulento, embora o item da asfixia da imprensa independente e profissional tenha sido preservado, de forma dissimulada.

Foram, então, reforçadas as perguntas:
o que realmente pensa a candidata Dilma Rousseff?
Qual é mesmo sua proposta de governo?


Se já não era boa tática a candidata se manter longe do contraditório, não comparecer a sabatinas, recusar-se a dar entrevistas e depoimentos, agora, mais do que nunca, é imperioso Dilma Rousseff participar de debates, expor com clareza, o que pensa sobre questões-chave como estas e várias outras, para o eleitorado votar de maneira consciente.

Agencia o Globo

ILEGAL NÃO É! MAS É NO MÍNIMO "ESTRANHO".

http://4.bp.blogspot.com/_Fp5cyvcknjw/SjdkBoiAT8I/AAAAAAAAANI/uRL8_vU01GY/s400/Colch%C3%A3o+e+Dinheiro.jpg
o Globo/Maria Lima

Dilma declarou ter R$113 mil em espécie; oposição chama de "hábito exótico"


Líderes da oposição criticaram ontem o que chamaram de "hábito exótico" da candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, de guardar R$113 mil em espécie.

Procurada ontem, a assessoria de Dilma respondeu que a candidata não comentaria o fato, argumentando que não é ilegal.


Mas seus adversários afirmaram que uma figura pública, candidata a dirigir o país, tem que explicar por que mantém esse dinheiro fora do banco.


Um ministro de Estado, candidato a presidente, guardando essa dinheirama em casa?
Se faz isso é porque não pode justificar no banco.

E o pior é que ela não é nem nordestina como o cabra do PT que, flagrado com dinheiro na cueca, disse que no Nordeste há o hábito de guardar dinheiro em casa provocou o líder do PSDB na Câmara, deputado João Almeida (BA).


O deputado Arnaldo Madeira (PSDB-SP) disse que o caso fica mais grave pelo fato de Dilma se negar a comentar o fato.

CÂMARA LEGISLATIVA CASA DE MILIONÁRIOS.

Lilian Tahan/Mariana Moreira Correio Braziliense

No Distrito Federal, fazer política rende um ótimo negócio.

A análise de bens dos deputados distritais mostra que o sucesso financeiro é consequência do bom desempenho nas urnas.

Dos 24 parlamentares eleitos há quatro anos, 19 ficaram mais ricos durante o mandato.

E se em 2006 apenas quatro integrantes do Legislativo acumulavam mais de R$ 1 milhão em bens, a bancada milionária cresceu para 11 políticos em 2010.
A conta bancária mais polpuda é de Eliana Pedrosa (DEM). Somente na atual legislatura, o patrimônio da democrata prosperou de R$ 3,6 milhões para R$ 7,1 milhões um salto de 136%.


Uma justificativa comum dos parlamentares endinheirados é a especulação imobiliária, que levou às alturas o preço de casas e terrenos. “Tenho culpa se a cidade se valorizou?”, esquiva-se Alírio Neto(PPS), que viu sua riqueza aumentar 569%.

Declarações à Justiça Eleitoral mostram que 19 deputados tiveram aumento de patrimônio nos últimos quatro anos.
Dados revelam ainda que 10 têm bens que ultrapassam R$ 1 milhão


O número
Balanço parcial
O TRE contabilizou 773
inscrições ao cargo de deputado distrital