"Um povo livre sabe que é responsável pelos atos do seu governo. A vida pública de uma nação não é um simples espelho do povo. Deve ser o fórum de sua autoeducação política. Um povo que pretenda ser livre não pode jamais permanecer complacente face a erros e falhas. Impõe-se a recíproca autoeducação de governantes e governados. Em meio a todas as mudanças, mantém-se uma constante: a obrigação de criar e conservar uma vida penetrada de liberdade política."

Karl Jaspers

março 21, 2013

E NO brasil maravilha dos FARSANTES E FALSÁRIA 1,99 DOS CRÉDULOS "ÚTEIS"... Incompetência do governo afeta a economia, quase paralisa o País e compromete as exportações


http://3.bp.blogspot.com/-Ei7oCYeZNB4/TnsiOTGxaVI/AAAAAAAALOk/CGk0WmSZNes/s1600/dilma20-20lixo.jpg

Marcha lenta 
– Enquanto a presidente Dilma Rousseff torrava o dinheiro do contribuinte em Roma, parecendo um “xeique de saias”, passando aos italianos a falsa sensação de que o Brasil é o paraíso e que por aqui tudo funciona maravilhosamente bem, o País assistia a longas filas de caminhões parados na rodovia Cônego Domenico Rangoni, no litoral paulista, onde os motoristas são obrigados a esperar até 14 horas para descarregar milho e soja no Terminal de Exportação do Guarujá.

A cena que chocou os brasileiros de todos os rincões comprova o que o ucho.info há anos insiste em noticiar. O governo de Dilma Rousseff, assim como o de Lula, é marcado pela incompetência de seus integrantes, que insistem em dar as costas ao planejamento. De nada adianta o Ministério da Agricultura anunciar recordes seguidos da safra agrícola, se as estradas brasileiras são insuficientes para o escoamento da produção do campo.

A inoperância do governo, que já beira a letargia, é tão aviltante, que a relação entre o preço da soja e o custo do frete ultrapassa as fronteiras do compreensível. Uma tonelada de soja é vendida a R$ 750 no Centro-Oeste, enquanto o custo para transportar a mesma quantidade do produto até o porto de Santos, no litoral de São Paulo, é de R$ 200, o que corresponde a 26% do valor do grão. O custo do transporte aumente se o caminhão ficar parado aguardando para descarregar.

É impossível acreditar que a economia brasileira crescerá em 2013 em patamares minimamente convincentes, uma vez que o Palácio do Planalto continua escondendo a verdade e buscando na iniciativa privada as soluções que deveriam partir do próprio governo. O cenário torna-se ainda mais inviável quando o governo encontra eventuais parceiros privados e quer estabelecer os limites de ganho daqueles que desembolsarão o dinheiro.

O Brasil já perdeu uma década e está abrindo um novo período com perspectivas nada animadoras. Tomando por base que todo o investimento do governo federal de agora em diante será direcionado para tentar garantir a reeleição de Dilma Rousseff, os brasileiros ficarão sem saber o que é desenvolvimento durante alguns anos mais. 


Clique na imagem 

Nenhum comentário: