"Um povo livre sabe que é responsável pelos atos do seu governo. A vida pública de uma nação não é um simples espelho do povo. Deve ser o fórum de sua autoeducação política. Um povo que pretenda ser livre não pode jamais permanecer complacente face a erros e falhas. Impõe-se a recíproca autoeducação de governantes e governados. Em meio a todas as mudanças, mantém-se uma constante: a obrigação de criar e conservar uma vida penetrada de liberdade política."

Karl Jaspers

fevereiro 17, 2010

E A NOSSA AUTO-SUFICIÊNCIA?DIIILLMAAA!

??????????????
http://4.bp.blogspot.com/_Zv0sFnH5r44/SzKuYF6H5oI/AAAAAAAAGEY/aOEL_TQom6w/s320/gasolina_charge_ok.jpg
Paula Pacheco
A crise do etanol levou a Petrobrás a retomar a importação de gasolina depois de cerca de quatro décadas de autonomia.

O combustível foi embarcado na Venezuela(Chavez?), que já conta com encomendas futuras, e chegará ao litoral brasileiro ainda neste mês.

Segundo a empresa, foram importados aproximadamente 270 mil metros cúbicos.
É o equivalente a cerca de 2 milhões de barris.

"Para os meses subsequentes, a Petrobrás está avaliando a necessidade de importação e, se existente, estimará o volume a ser importado", informou a petroleira, por meio de nota.

Os preços do etanol subiram e, pontualmente, houve desabastecimento nas bombas.


O problema é que, com estoques baixos e aumento do consumo de gasolina, a Petrobrás recorreu à importação para dar conta da demanda sem deixar os consumidores a pé.

Especialista em energia, Adriano Pires, diretor-fundador do Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE), analisa o movimento da petroleira brasileira.
"Há quase uma década o Brasil se tornou um exportador.

Primeiro, foi o anúncio da Petrobrás de que interromperia a exportação, há cerca de um mês, e agora tem de comprar de outros produtores; é surpreendente", diz.

"Há três anos, Lula falava que o Brasil se tornaria a Arábia Saudita verde e agora passamos por esta situação em que a luz amarela acendeu", opina.

Pires acha estranho o fato de, apesar da Lei do Petróleo, os produtores brasileiros não terem uma política de estoque de combustíveis. "O ideal seria ter um estoque para pelo menos três meses, mas ninguém faz, porque estoque é dinheiro", explica.

NÚMEROS

2 milhões
de barris de gasolina desembarcarão no Brasil nos próximos dias

US$ 140 milhões
é o custo aproximado da importação para a Petrobrás

23,9% foi o
aumento do consumo de etanol

Não é o fim do mundo mas é resultado de falhas na gestão de dois setores que são as "meninas dos olhos" do parlapatão, o petróleo e o etanol, ou seja, falta de estoque e problemas de câmbio e custos, respectivamente.

Taí, um alerta de que Dilma e os ptralhas quando não tem o que copiar e manter,e necessitam de administrar e gerenciar por próprios meios, encontram sérias dificuldades, isso terá consequências nas nossas perspectivas de auto-suficiência em combustíveis.

E o parlapatão bebum e a vinda das trevas, estão pregando promessas sobre a receita do pré-sal e inaugurando refinarias de papel.

Esse governo é "vestido" de calça em bom uso, mas tem cueca suja. meia furada etc..

Nenhum comentário: