"Um povo livre sabe que é responsável pelos atos do seu governo. A vida pública de uma nação não é um simples espelho do povo. Deve ser o fórum de sua autoeducação política. Um povo que pretenda ser livre não pode jamais permanecer complacente face a erros e falhas. Impõe-se a recíproca autoeducação de governantes e governados. Em meio a todas as mudanças, mantém-se uma constante: a obrigação de criar e conservar uma vida penetrada de liberdade política."

Karl Jaspers

agosto 08, 2013

DOIS EM UM ! AOS CRÉDULOS ÚTEIS DO MARQUETINGUE brasil maravilha DOS FARSANTES : (I)Trégua na inflação? Cedo demais para comemorar… (II)“A inflação está completamente sob controle”


http://4.bp.blogspot.com/-fgJ-IBs579A/T9xPCyssA4I/AAAAAAAACi8/yY4vbUgnYko/s640/PACOTE+DE+DILMA.jpg
(I)
Trégua na inflação? 
Cedo demais para comemorar

A presidente Dilma, disposta a “fazer o diabo” para vencer as eleições, parece só ter olhos para as urnas em 2014. Aproveitou um bom dado de inflação para sair da toca e bradar:
 “A inflação está totalmente sob controle”. 
Será mesmo?

O IPCA, que teve alta de apenas 0,03% em julho, ainda acumula uma alta de 6,27% em 12 meses (ver gráfico abaixo), bem acima da meta de 4,5% do Banco Central. A média móvel de 24 meses ainda está acima de 6%. Além disso, esse baixo índice no mês se deve a três fatores: 

sazonalidade favorável, 
queda de alimentos, 
e redução da tarifa de ônibus. 
Nada parece sustentável.

IPCA 12 meses. Fonte: Bloomberg

A sazonalidade, como o nome já diz, muda.

 A tarifa administrada de transportes terá que subir mais cedo ou mais tarde. E os alimentos oscilam mesmo, mas é preciso lembrar que o dólar está em alta (ver gráfico abaixo). Essa alta do dólar, aliás, exercerá alguma pressão inflacionária, sem dúvida.

Dólar x Real. Fonte: Bloomberg

O agrupamento de serviços manteve o ritmo de alta do mês anterior ao elevar-se 0,64%, mantendo a taxa de variação acumulada em 12 meses no patamar de 8,5%. Como os serviços são menos manipuláveis ou voláteis, eles apresentam uma tendência mais clara – e preocupante. Estando o país em situação de quase pleno-emprego ainda, essa pressão não deve arrefecer tão cedo.

O índice de difusão caiu bastante, de 73% para 58%. Isso mede a proporção de preços que estão em alta. Como podemos ver, ainda são mais da metade dos preços calculados que estão subindo. Não há motivo algum para alívio sustentável ou para soltar fogos de artifício.

A presidente Dilma deveria manter uma postura mais sóbria diante do quadro. A inflação brasileira não foi domada, e ainda se encontra em patamar muito elevado. A queda recente foi, ao que tudo indica, um alívio temporário, nada mais. Nenhum governo deveria dormir tranquilo com uma taxa de inflação perto de 6% ao ano!


Seu discurso de que a inflação está completamente sob controle fez com que eu até acreditasse que, de fato, Varginha costuma receber a visita de ETs

Via :
(II)
“A inflação está completamente sob controle”

O título desse post é uma declaração da Presidente da República depois da divulgação que a inflação de julho foi de 0,03%. Será que isso significa que a inflação de fato está completamente controlada? Claro que não. Quem fala isso é porque não entende de economia e/ou não olhou os dados.


O que me impressiona é que bastava a Presidente ligar para o presidente do Banco Central ou algum dos diretores do Banco Central que qualquer um deles esclareceria que o fato da inflação de julho ter sido próxima de zero não significa que uma perspectiva positiva de redução da inflação neste e no próximo ano em direção ao centro da meta.

Vamos aos números. 
Aqui vou utilizar dois relatórios. 
O relatório de hoje do Santander para os seus clientes é taxativo:

Entretanto, mesmo com a atual tendência de queda na inflação, o índice de difusão da inflação ex-alimentos se mantem acima de 50% (o índice caiu de 59,2% registrado em junho para 57,3% em julho), o que indica que o processo de inflação generalizada, definitivamente, não acabou….. a desvalorização do real deve começar a pressionar o IPCA a partir de setembro, o que exige que a abordagem mais rígida do Banco Central deve continuar tendo em vista o controle da inflação como prioridade mesmo que isso custe um menor crescimento econômico. 


Mas a explicação mais didática, curta e excepcionalmente bem escrita vem da equipe do economista Afonso Celso Pastore (AC Pastore) que produz um relatório, assinado por Marcelo Gazzano, que até quem não sabe economia consegue entender. AC Pastore lembra que no mês de julho tivemos o que ele chama de “perfeito alinhamento (dos astros) com baixíssima probabilidade de ocorrência”. 

 
A baixa inflação de julho pode ser explicada, segundo AC Pastore por três fatores: 

(i) revogação do aumento das tarifas de ônibus urbano em diversas capitais, 
(ii) fraca demanda de produtos de vestuário devido ao inverno mais curto; 

e (iii) a sazonalidade da queda dos preços de alimentos e bebidas.
Mas quais são os fatores de risco?
A desvalorização do Real foi maior do que se esperava e isso deve aumentar a inflação a partir de setembro, e (ii) um eventual reajuste dos preços de combustíveis, pois como já mostrei aqui a defasagem está perto de 30%.

Um ponto que me chamou atenção no relatóriodo AC Pastore é a inflação reprimida nos preços dos produtos administrados. A inflação de 12 meses nos preços livres está em 7,9% e dos preços administrados está em 1,3%. 
 
Vamos combinar o seguinte. o governo fará de tudo para que a taxa de desemprego não aumente, o gasto público continue crescendo muito acima do crescimento do PIB e vai continuar postergando reajustes nos preços dos produtos administrados e, em algum momento, o dique vai explodir.

Assim, não há nada ainda que indique que a “inflação está completamente sobre controle”, a não ser que a meta seja 6,5% e não 4,5% ao ano. Mas se o governo realmente pensa isso, que a inflação está totalmente controlada, temos um grande problema pela frente. 

Via :

Um comentário:

Berto pernambuco disse...

Na Venezuela a oposicao tentou entra com pedido de impuganaco na eleicao fraudulenta daquele pai's e nao foi acatada,pela suprema corte chavista,,E quem achou que a suprema corte fosse acatar,,,nao passou de um tolo, posso dizer ate', uma crianca. Tenho dito que a oposicao Venezuelana vive correndo atra'z do prejui'zo, feito barata tonta, falando pra ouvidos moucos, depois de deixar o Chaveco infestar o pai's . Exatamente como o Lula ta fazendo,,,aqui e agora. E o pior e' quem nem temos oposicao como la'. Se la' tem, e deu no que deu. Brinca-se com o pais por covardia,,,depois vai chorar o leite derramado. Essa reforma poli'tica do PT vai ENTRAR, e' inevita'vel. Voces pensam que estao lidando com quem ? com poli'ticos ??? O Lula como o chaveco continua ai arrotando ordens. Eu tambem disse que alem do Maduro perder mas levar, o Capriles vai ter que fugir. Eles nunca aceitam oposicao,,,nunca. E tai ai acontecendo. O Brasil ta muuuuuuuito pertinho disso, muuuuuito. Aqui em Pernambuco chegaram mais 55 "me'dicos", todos espanos,,,todos, e sabe la' Deus, de onde. O PT so' diz que vai fazer uma lei, pra preparar psicologicamente,,, ao mesmo tempo ja' fez,,,e' assim o comunismo. Logo logo voces verao opositores do governo aqui, comprarem passagem para a Disney,,,e nao voltarem mais. Ja' era amigos,,,ja' era. O UNICO tiro que ti'hamos, que seria as Forcas Armadas agirem,,, deu xabu'.