"Um povo livre sabe que é responsável pelos atos do seu governo. A vida pública de uma nação não é um simples espelho do povo. Deve ser o fórum de sua autoeducação política. Um povo que pretenda ser livre não pode jamais permanecer complacente face a erros e falhas. Impõe-se a recíproca autoeducação de governantes e governados. Em meio a todas as mudanças, mantém-se uma constante: a obrigação de criar e conservar uma vida penetrada de liberdade política."

Karl Jaspers

julho 10, 2013

NOVOS TEMPOS ! HORA DE VERDADES : O "HOMI" DE 2015 DO brasil maravilha DOS FARSANTES. DE QUERIDINHO E EXEMPLO, SE TORNA "POBREMA" : Com Eike na mira

http://3.bp.blogspot.com/_83KBtdVXmYA/S8L_Vuo4A3I/AAAAAAAAA90/VgFBukSW5qI/s1600/EikeBatista.jpg
As empresas de Eike Batista, estão sendo escrutinadas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM, que já abriu 16 ou 17 apurações contra o grupo EBX nos últimos meses. 


Segundo um executivo com conhecimento do assunto, o órgão regulador quer descobrir se empresas do conglomerado, incluindo a petroleira OGX, divulgaram comunicados com informações corretas ao mercado. As apurações antecedem as investigações, que podem levar à abertura de processos e a punições.

Atualmente, há dois processos em andamento contra Eike na autarquia. Um deles apura possível violação legal nas declarações de Eike e José Olympio Pereira, executivo do Credit Suisse, por ocasião da oferta inicial de ações da OGX, em junho de 2008. O outro se refere à divulgação de informações pelo empresário e executivos das empresas, como o ex-diretor financeiro do grupo EBX, Otavio Lazcano.

A CVM ficou mais alerta à situação do grupo após a renúncia dos três conselheiros independentes da OGX, os ex-ministros Pedro Malan (Fazenda) e Rodolpho Tourinho(Minas e Energia) e a ex-presidente do Supremo Tribunal FederalEllen Gracie. “Isso mostra que a situação é grave”, disse a fonte.

Paralelamente, foi criada na semana passada a União dos Acionistas Minoritários das Empresas X (Unax) para unificar a comunicação com a Agência Nacional do Petróleo (ANP), a CVM e auditorias externas independentes. Os minoritários não descartam tomar medias judiciais contra Eike.
Correio Braziliense 

Nenhum comentário: