"Um povo livre sabe que é responsável pelos atos do seu governo. A vida pública de uma nação não é um simples espelho do povo. Deve ser o fórum de sua autoeducação política. Um povo que pretenda ser livre não pode jamais permanecer complacente face a erros e falhas. Impõe-se a recíproca autoeducação de governantes e governados. Em meio a todas as mudanças, mantém-se uma constante: a obrigação de criar e conservar uma vida penetrada de liberdade política."

Karl Jaspers

agosto 10, 2012

E NO brasil "EXTRAORDINARIAMENTE GERENCIADO"... Paralisações dão prejuízo às contas e à imagem do país

http://4.bp.blogspot.com/_BwZc7unc8F8/TM3yESjjBNI/AAAAAAAAAJs/AluiEEWNU_k/s1600/bandeira_brasil_manchada.jpg
A greve dos fiscais que atuam no comércio exterior (Anvisa, Receita Federal, Agricultura e Polícia Federal) está gerando um custo adicional para o setor exportador de cerca de R$ 10 milhões por dia.

A estimativa é da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB) e foi calculada com base nos 150 navios parados nos portos brasileiros ou à espera de autorização para atracar, que teriam gasto médio diário de US$ 30 mil cada um.

Segundo o presidente interino da entidade, José Augusto de Castro, o prejuízo maior é para a imagem do país:
- Todo ano há greve no Brasil e as paralisações são demoradas.
Isso corrói a imagem do país e prejudica investimentos - disse.


Nas contas da Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Papaya (Brapex), com a greve dos fiscais federais agropecuários, 76 toneladas deixam de ser exportadas para os EUA por semana apenas em quatro empresas do Espírito Santo. O prejuízo chega a US$ 150 mil por semana.

Para Fernando Montero, economista-chefe da Convenção Corretora, não há espaço para novos aumentos salariais devido ao cenário de menos crescimento da economia:
- Qualquer promessa ou programa que não parta de uma séria contenção dos custeios é balela - disse.


O Globo
( Geralda Doca e Cristiane Bonfanti)

Nenhum comentário: